Home / Musculação / Musculação depois do almoço

Musculação depois do almoço

Se você malha após almoçar, para garantir um bom rendimento e desempenho, é importante saber o que comer e qual o horário ideal para começar a praticar os exercícios. Confira aqui dicas que podem ajudar a garantir uma musculação eficiente e saudável depois do almoço.

Musculação depois do almoço é o melhor horário?

Não existe um horário ideal para malhar porque isso é algo muito relativo, uma vez que cada pessoa tem a sua preferência e rotina. Existem pessoas que se adaptam malhando após o almoço e outras não. Se esse é o melhor horário para você, não se preocupe.

Apesar de não haver um horário ideal, para quem treina após o almoço é importante penas estar atento a algumas dicas para garantir um melhor resultado e evitar problemas, garantindo um resultado mais satisfatório.

O que comer?

A primeira dica para quem pratica musculação depois do almoço é prestar atenção nos alimentos escolhidos para sua refeição. O melhor é optar por aqueles que não vão deixar o seu metabolismo muito lento. Assim, deve-se evitar alimentos pesados como massas ou pratos muito gordurosos.

Estes tipos de alimento costumam deixar o corpo mais preguiçoso e menos disposto. Dê preferência para saladas e carne magras pois são mais leves e são ricos em antioxidantes, evitando a produção de radicais livres durante a atividade. Para sobremesa, opte sempre por uma fruta.

Atenção a quantidade

Além de escolher os alimentos certos, é preciso estar atento a quantidade ingerida. Não é recomendado que você coma muito pois pode se sentir pesado, e além de atrapalhar seu desempenho, estar muito cheio pode fazer com que você tenha desconforto em caso de uma atividade física intensa.

Coma apenas o suficiente para se sentir saciado e com disposição, isso te dará energia para o treino sem prejudicar sua performance. Alimentos que contêm muita água em sua composição também são bem-vindos na sua refeição.

Não esqueça de se hidratar bem

É essencial ingerir bastante água antes, durante e após os treinos, isso faz com que seu corpo se mantenha ativo e mais disposto, além de ajudar na digestão. Alimentos que contem muita água ou bebidas isotônicas também são bem-vindas.

Atente-se ao intervalo entre o treino e refeição

O processo de digestão e esvaziamento do estômago pode levar de trinta minutos até quatro horas, dependendo da quantidade e da composição do alimento consumido.

Por isso, para evitar qualquer tipo de desconforto, o mais indicado é que por precaução você dê um intervalo variando entre trinta minutos a uma hora antes de iniciar os exercícios.

E porque algumas pessoas sentem desconforto malhando após as refeições?

No estômago, são produzidas enzimas que iniciam a degradação dos alimentos e também é liberado o ácido clorídrico que torna o meio químico favorável à ação enzimática e a digestão. Este processo é responsável por aquela moleza e sonolência que costuma acontecer após uma refeição.
Este quadro por vezes é um adversário para a prática de musculação após o almoço. . A atividade física realizada com o estômago muito cheio, pode causar a compressão do diafragma, gerando dor e desconforto o que pode ser impeditivo para a continuidade do exercício.

Entretanto, saiba que malhar de estomago vazio também pode ser prejudicial. Se você vai treinar muitas horas após a digestão, pode ser que você não aguente a carga e seus músculos acabem sobrecarregados.  O ideal é prezar sempre pelo equilíbrio.

Musculação após o almoço pode ser feita, mas se você ainda tem duvidas, procure profissionais que possam te auxiliar. Um nutricionista pode te ajudar a ter uma dieta mais adequada a seu cotidiano e um profissional de educação física ou o responsável pela sua academia com certeza também poderão te orientar de forma apropriada.

Sobre rafael

Veja Também

Como investir em aparelhos de boa qualidade para a sua nova academia?

Saber como investir em aparelhos de boa qualidade para a sua nova academia é uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *